A experiência da oficina de escrita terapêutica com Rosangêla Bicalho

Publicado por

Há quase 3 meses parti para uma jornada de oficinas de escrita terapêutica, com Rosangela Bicalho (@rosangelabtr). Os encontros semanais com 1 hora e meia de duração me ensinava a abrir o portal para um outro mundo, o interno. Mesmo a geografia mais conhecida ganhava um novo contorno de sensações e descobertas. Sem medo ou expectativa me permiti atravessar essa porta e caminhar por esse jardim secreto.

Os módulos temáticos, paisagem interior, a voz interior e a bagagem do viajante, me ajudaram a sentir o meu mundo invisível, este que por muitas vezes, eu insisto em querer vê-lo com os olhos do racional.

Rosangela desenhou as oficinas na abordagem da Gestalt, dos fundamentos de Claudio Naranjo dos três amores e de outros elementos norteadores que compõem o seu repertório e visão de mundo.

A cada encontro integrei descobertas e aprofundei nas experiências da escrita. Ora fui uma costureira que junta os pedaços de tecidos e alinhava para costurá-los. Ora fui uma borboleta dançarina que se entrega à paisagem sonora e ao movimento do jardim transmutando seu corpo e para bater as asas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s